10 dicas imperdíveis de decoração de interiores – para transformar uma casa num lar

10 dicas imperdíveis de decoração de interiores – para transformar uma casa num lar

Nunca liguei muito a decoração de interiores, até porque não tinha muito jeito. Mas era uma crença. Quando resolvo investir em AL – Alojamento Local e percebi que contratar uma arquiteta de interiores ficava muito caro e já estava a investir muito nas casas que comprava e em as decorar, fui estudar mais, fazer cursos, perceber como poderia tornar espaços triviais em espaços de sonho, como transformar casas em lares.

Quando se trata de fazer com que uma casa se sinta como um lar, há mais do que aquilo que se vê. Reunir uma divisão e transformar as suas características para a tornar funcional e com estilo, mas acolhedora, não é muitas vezes uma tarefa fácil.

Desde escolher a tinta que melhor se adequa às diferentes divisões e opções de iluminação até ao local onde colocar os móveis – há tantos elementos a considerar.

Quer esteja a renovar uma casa inteira, a dar um toque especial à cozinha ou a adicionar um toque de cor para refrescar uma sala de estar – estas dicas úteis de bricolage e decoração são imperdíveis. São os erros que cometi e corrigi. Quando corrigi, funcionaram muito bem!

Torne a casa sua

Lembre-se que a casa é sua. Não há certos nem errados no design de interiores, toda a gente tem o potencial para desenhar a sua própria casa. Lembre-se de que está no controlo, vale a pena ter em conta as últimas tendências, sobretudo de espaços que proporcionem bem-estar, mas dê sempre o seu toque pessoal para que fique especial. A sua casa é onde passa a maior parte do seu tempo, por isso o espaço tem de a reflectir.

Eu por exemplo acho lindas as casas de revista com tudo alinhadinho. Não viveria numa. Gosto de cores, almofadões e espaços mesmo cosy e confortáveis. Sobretudo espaços “usáveis” que algumas dessas casas parecem só mesmo de revista!

Procurar inspiração de design para um mood board

Transforme os seus interiores de cansados em revitalizados, reunindo imagens inspiradoras de revistas, InstagramPinterest, etc. O Pinterest é incrível para mood boards. Assim que tiver uma colecção de coisas que a inspiram que seja forte, começará a ver o aspecto que gostaria de alcançar. Criar um mood board é uma óptima forma de usar a sua criatividade para libertar qualquer inspiração de design oculta que possa ter visto inconscientemente.

Compre uma placa de espuma grande e alfinetes numa loja de artigos de arte ou papelaria local e reúna amostras, imagens, amostras de tecidos, papéis de parede, mobiliário e pavimentos que possa querer utilizar. Desta forma, pode ver como todos eles se conjugariam na divisão. É importante adicionar texturas através de pavimentos, tapetes e tecidos como veludo, lã e tweed. Coloque o mood board na divisão e viva com ele durante algum tempo. A convivência diária vai fazer com que perceba se gosta ou suporta só. Tem mesmo que gostar muito!

Considerar as cores e os tecidos

Comece a definir as cores que pretende utilizar – para as paredes pintadas ou papel de parede, mobiliário, estores e cortinados. A terceira cor pode ser um destaque para almofadas, abajures, colchas de cama e acessórios como uma toalha de mesa ou mesmo um quadro.

Três cores são sempre melhores do que duas – utilize estas cores em toda a divisão.

Experimente antes de comprar tinta e papel

Lembre-se de que as cores podem mudar consoante a iluminação, por isso compre potes e tintas de amostra. Pinte pelo menos manchas de tinta de tamanho A2, nas paredes mais claras e mais escuras da mesma divisão, para ver como a luz natural afecta a tonalidade, o que é especialmente eficaz para encontrar a melhor tinta branca, porque muda muito com a luz.

O mesmo se aplica ao papel de parede: cole amostras de papel de parede nas paredes e coloque amostras grandes e retornáveis sobre a mobília existente ou prenda-as a cortinas e persianas existentes. Afaste-se e veja o que acha!

Transformar o antigo em novo

Este é o meu método preferido: comprar móveis antigos e renovar. Ficam lindos.

É muito simples e pode conjugar cores bonitas e dar muita vida aos espaços. Por exemplo, rosas e vermelhos com verdes, laranja, amarelos com cinzentos e azuis.

Dimensionar o mobiliário

Decida qual o mobiliário que quer ter na sua sala. Pense na escala, numa sala grande precisa de um sofá grande e de um banco para os pés. A maioria dos designers recomenda que mesmo as divisões pequenas devem ter uma peça grande e marcante, mesmo que seja uma cabeceira de cama num quarto. Um equilíbrio entre peças grandes e pequenas criará um espaço de vida apelativo.

Analise o visual e leve o seu tempo

Coleccione peças à medida que as vai encontrando, desta forma comprará coisas pelas quais se apaixonou. Em vez de se contentar com o que está disponível em determinadas lojas ou online na altura em que precisa de algo. Acredite que é mesmo a melhor opção. Não tenha pressa. Vá construindo a sua casa com o que gosta. Pode passar algum tempo a analisar o aspecto e as cores do seu quarto com acessórios. Quanto mais tempo dedicar a acrescentar coisas à sua casa, mais os seus conhecimentos de design de interiores se expandirão, pois poderá compreender o que funciona melhor com determinadas características.

Seja ousada com as ideias de pintura

Os dias de regras rígidas de pintura acabaram, a chave para o design de interiores nos tempos modernos é abraçar a ideia de pintura que funciona para si. Já não existem regras para pintar as molduras das portas, os rodapés e os tectos num branco brilhante – na verdade, alguns dos melhores designers de interiores argumentam contra isso!

Pinte com cores que a façam sentir-se confortável. O seu lar merece cor!

Acrescentar toques finais

Os toques finais são a parte mais divertida! Abajures, tapetes, almofadas, quadros e plantas podem fazer uma enorme diferença, mas são por vezes difíceis de escolher até ter as paredes pintadas ou revestidas com papel e as cortinas penduradas. Até as cores das lombadas dos livros numa estante, uma manta nas costas do sofá ou, numa cozinha de cerâmica, toalhas de mesa, criam oportunidades para acentuar a cor.

E plantas! Eu adoro plantas nas minhas casas!

Lares com memórias e cheiros

Nas minhas casas, óleos essenciais são obrigatórios! Laranja doce, lavanda, toranja, canela… Adoro!

É incrível como isto pode transformar a sua casa. Os hotéis de luxo seleccionam um aroma principal para ter em todo o lado, que depois fica associado a esse local – adopte este método escolhendo o seu próprio aroma de assinatura para a sua casa, para envolver os seus ambientes. Não há lugar como a nossa casa, por isso, assegure-se de que todos os seus sentidos são alertados para a sensação de estar em casa assim que entra pela porta. Utilize uma fragrância que goste para a sua casa através de velas perfumadas, difusores e óleos essenciais.

E sinta-se em casa, relaxe e cuide de si!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *