A Natureza é a resposta para TUDO (mesmo, mesmo tudo!): Alecrim

A Natureza é a resposta para TUDO (mesmo, mesmo tudo!): Alecrim

A Natureza é a resposta para TUDO (mesmo, mesmo tudo!): Alecrim

Há mais de um ano que estudo a fundo os benefícios de uma alimentação mais natural e todos os benefícios da natureza.

Hoje, vou apresentar aqui alguns factos científicos e receitas simples com alecrim. Sempre adorei o cheiro e o sabor, quando fazia batatas no forno com alecrim.

Para além das suas características organoléticas, o alecrim é reconhecido pelas suas múltiplas propriedades terapêuticas que beneficiam a saúde. É uma verdadeira fonte de ferro, cálcio e vitaminas A, C e B-6, sendo utilizado para fins terapêuticos ao longo de várias gerações.

O alecrim é uma erva culinária comum que confere aos pratos um aroma e sabor inconfundíveis. No entanto, estas são apenas as notas de topo de um vasto universo de propriedades do alecrim que merecem ser exploradas.

Propriedades Terapêuticas do Alecrim

O alecrim é uma planta perene de aroma intenso, originária da região mediterrânea. Além de tempero na culinária, é utilizado na produção de perfumes corporais e apreciado pelos seus potenciais benefícios para a saúde. Pertencendo à família de plantas Lamiaceae, está em boa companhia com outras ervas aromáticas como o orégão, o tomilho, o manjericão e a lavanda.

O alecrim não só enriquece pratos como frango e cordeiro, mas é também uma fonte rica em ferro, cálcio e vitamina B-6. Geralmente, é utilizado seco e inteiro ou reduzido a pó, enquanto o chá e os extratos líquidos são obtidos a partir de folhas frescas ou secas.

As propriedades terapêuticas do alecrim têm sido conhecidas desde tempos antigos. Tradicionalmente, o alecrim era usado para aliviar dores musculares, melhorar a memória, fortalecer os sistemas imunitário e circulatório, e estimular o crescimento capilar.

Problemas Gastrointestinais

O óleo de alecrim pode aliviar diversos distúrbios gastrointestinais, como indigestão, flatulência, cólicas, distensão abdominal e prisão de ventre. Além disso, estimula o apetite e contribui para a regulação da produção de bile, essencial para a digestão.

Como utilizar: Para tratar estes problemas estomacais, sugerimos misturar 5 gotas de óleo de alecrim com 1 colher de chá de um óleo transportador, como óleo de coco ou amêndoa, e massajar suavemente na região abdominal. A aplicação regular desta mistura pode ajudar na desintoxicação do fígado e na manutenção saudável da vesícula biliar.

Reduz a Dor e a Inflamação

O óleo de alecrim possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que podem ser aplicadas diretamente na área dolorida.

Como utilizar: Para criar uma pomada eficaz, sugerimos misturar 5 gotas de óleo de alecrim com 1 colher de chá de óleo transportador. Esta pomada pode ser aplicada em dores de cabeça, entorses, dores musculares, dores reumáticas ou artrite. Alternativamente, podem adicionar algumas gotas de óleo de alecrim à água morna do banho para desfrutar dos seus benefícios num banho relaxante.

Ferver o Alecrim e Aplicar na Pele

O alecrim pode ser usado para combater problemas de pele, como espinhas e cravos. Utilizar o alecrim como tónico ou adstringente pode produzir resultados positivos.

Como utilizar: Basta colocar alguns raminhos de alecrim em água a ferver durante alguns minutos e guardar o líquido num recipiente. Utilize o tónico à noite para limpar o rosto com um algodão. O aroma intenso do alecrim também faz dele um excelente remédio natural para disfarçar o odor corporal e evitar o entupimento dos poros. Para o usar, basta ferver o alecrim em água durante cerca de 10 minutos e misturar a água do alecrim em partes iguais com vinagre. Aplique esta mistura diretamente nas axilas com uma bola de algodão. O alecrim possui propriedades anti-sépticas que podem reduzir a inflamação da pele e combater as pequenas espinhas. Aplicar uma pequena quantidade de óleo de alecrim na área afetada pode fazer desaparecer rapidamente as imperfeições.

Melhora a Memória e a Aprendizagem

De acordo com alguns estudos sobre as propriedades terapêuticas do alecrim, este pode atuar como analgésico e tónico para o sistema nervoso, aliviando sintomas de stress, depressão e ansiedade. Além disso, as investigações sugerem que o alecrim pode contribuir significativamente para prevenir o envelhecimento cerebral e mostra-se promissor na prevenção da doença de Alzheimer, embora sejam necessárias mais pesquisas. Há mesmo a hipótese de que o alecrim possa ser benéfico para pessoas que sofreram um AVC. De acordo com uma pesquisa da Healthline, tomar 500 mg de alecrim por via oral, aproximadamente 2 vezes ao dia durante um mês, reduz consideravelmente a ansiedade, melhora a qualidade do sono e a memória, principalmente em estudantes universitários.

Estas são apenas algumas das muitas facetas fascinantes do alecrim. Desde os seus dons culinários até às suas propriedades terapêuticas, o alecrim é uma verdadeira jóia da natureza que merece um lugar de destaque na nossa vida quotidiana. Sejam criativos na sua utilização na cozinha e nos cuidados pessoais e desfrutem dos seus benefícios notáveis.

Espero que estas informações tenham sido inspiradoras e que explorem as maravilhas do alecrim de forma criativa e apetitosa!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *