Neurociência e Saltos Altos

Neurociência e Saltos Altos

Até 2020 usava salto alto com muita frequência: ADORO!

Em 2020, grávida, sabrina e sapatilhas.

Em 2023, começo a namorar com um homem da minha altura… Convenções: fica mal ficar 10 cm mais alta…

Mas sou muito orgulhosa de ter ganho um honroso 6º lugar na Corrida da Mulher em 2013, e corri com uns tacões de 9 cm!

O uso de sapatos de salto alto por mulheres vai muito além de um simples acessório de moda; é um marcador poderoso de confiança e segurança.

Quero que reflitam comigo na conexão entre o salto alto e o estado emocional, desvendando os mecanismos neurocientíficos por trás desta ligação (e porque gostamos muito de sapatos!)

A Ascensão da Confiança: O Salto Alto como Empoderamento

O ato de calçar um par de saltos altos desencadeia uma transformação notável no estado emocional de uma mulher. A elevação da postura física, com a coluna ereta e a cabeça erguida, não só proporciona uma aparência mais elegante, mas também desencadeia um aumento significativo na sensação de confiança. Este efeito não é meramente superficial; é uma resposta intrínseca do cérebro à mudança postural.

Pose do Super-homem: Uma Atitude de Empoderamento

A pose adotada ao usar saltos altos, muitas vezes comparada à posição do Superman, não é apenas uma questão de estética, mas sim uma declaração de poder. A postura com punhos fechados apoiados na cintura, cabeça erguida e peito estufado não apenas expressa confiança exterior, mas atua como um gatilho para desencadear mudanças internas no estado emocional.

Neurociência da Confiança: Amy Cuddy e a Elevação das Hormonas de Poder

A pesquisa de Amy Cuddy, professora de Harvard, lançou uma luz sobre como as posturas, incluindo a assumida ao usar saltos altos, afetam os níveis hormonais. A postura de poder não apenas influencia a testosterona, hormona associada à assertividade e confiança, mas também reduz o cortisol, a hormona do stress. Esta mudança hormonal contribui para a construção de um estado emocional mais seguro e positivo.

Impacto Além da Estética: Como os Saltos Altos Modificam a Mentalidade

O uso de saltos altos não é apenas uma questão de aparência; é uma ferramenta psicológica que modifica a mentalidade.

A elevação física transmite a mensagem subconsciente de que a mulher está pronta para enfrentar desafios e reforça a sensação de estar no controlo. Esta mentalidade empoderada estende-se para além da estética, molda a abordagem da mulher diante das situações cotidianas e desafios profissionais.

Eu, como coach e psicoterapeuta, recomendo sempre às minhas clientes levarem um salto de 4/5 cm para entrevistas de emprego e discursos em público.

Desencadear Segurança: Como a Postura Afeta a Percepção Pessoal

O cérebro, ao perceber a mudança na postura ao usar saltos altos, interpreta isso como um sinal de confiança. Essa interpretação vai além da autoimagem externa; afeta diretamente a percepção pessoal. A mulher se percebe como mais segura e capaz, refletindo-se na maneira como enfrenta as interações sociais e profissionais.

Potencializar a Confiança: O Papel dos Saltos Altos na Autenticidade

Ao compreender a interação complexa entre a neurociência, a postura e o estado emocional, torna-se evidente que o uso de saltos altos é mais do que uma escolha de moda. É uma ferramenta autêntica para potenciar a confiança, proporciona não apenas uma elevação física, mas também uma elevação emocional.

No entanto, se não gosta de saltos, não os usa, não os vai usar porque reduz o cortisol e o stress, claro que não. Seja sempre autêntica a si, sempre.

Os Saltos Altos como Aliados da Confiança Feminina

A influência dos saltos altos no estado emocional feminino vai além da estética; é uma expressão de poder e confiança. A neurociência sustenta essa conexão, revela os efeitos positivos das posturas elevadas nos níveis hormonais.

Ao entender de forma consciente esta ferramenta, as mulheres podem potenciar não apenas sua altura física, mas também a força emocional, enfrentando o mundo com uma postura que vai além da moda, influenciando profundamente o estado emocional e a confiança interior.

Como é que percebe o impacto dos saltos altos na sua própria confiança? Partilhe suas experiências nos comentários, pois cada história contribui para uma compreensão mais ampla dessa fascinante relação entre moda, neurociência e empoderamento feminino.

Obrigada por estar desse lado também!

Aproveite e assine aqui a minha newsletter, receba tudo em primeira mão!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *